ARQUIVOS

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

ESPECIAL NOISE com RUNNING WILD no COMANDO NOISE dia 20/08/2017.

PROGRAMA COMANDO NOISE
APRESENTAÇÃO TITIO BRON BRON

TODO DOMINGO DAS 20:00 ÀS 00:00 HORAS. 
PROGRAMA COM TRANSMISSÃO SIMULTÂNEA EM 3 EMISSORAS:

WWW.RADIOPATOTASROCK.COM
WWW.RADIOALTERNATIVATHEROCKERS.COM.BR
WWW.RADIOBAIXADASANTISTA.COM.BR

COMANDO NOISE NA REDE, ACESSE:

SITE
https://www.comandonoise.com/

BLOG
http://comandonoise.blogspot.com.br/

SOUNDCLOUD
https://soundcloud.com/jose-eduardo-brondi

TWITTER
https://twitter.com/COMANDONOISE

PÁGINA DO FACEBOOK
https://www.facebook.com/comandonoise/

GRUPO DO FACEBOOK
https://www.facebook.com/groups/comandonoise/

terça-feira, 15 de agosto de 2017

MONSTRACTOR no COMANDO NOISE dia 20/08/2017

Release – História:
Monstractor é uma banda Resendense que  foi formada em 2012, por Christian Klein (vocal e baixo - Ex - Expantor), Diego “MONSTERMAN” (Guitars) e Demetrios M. (Bateria).
Assim que a banda se formou as ideias e composições foram surgindo, o que levou o trio a realizar uma série de gravações por conta própria, como uma espécie de pré-produção para um possível disco.
Em 2012 a banda montou um set list com 8 músicas autorais, e as lançou na internet a efeito de divulgação.
As músicas tiveram considerável aceitação no youtube e  redes sociais.
Entre os anos de 2012 e meados de 2013, o Monstractor, com base em suas faixas autorais, realizou diversos shows na região sul fluminense do Rio de Janeiro, na capital, na capital de São Paulo, e em alguns festivais e cidades de Minas Gerais.Em 2014 a banda decidiu buscar um maior profissionalismo, o que levou-os diretamente aos cuidados de Marcello Pompeu e Heros Trench (Integrantes do KORZUS e produtores musicais do renomado MR.Somstudio -SP).
O ano de 2014 foi estritamente dedicado às gravações, e a banda se ausentou dos palcos nesse período.
No decorrer do ano de 2015, o Monstractor se focou no lançamento do “Recycling Thrash” ( o debut gravado no Mr. Som), cedendo diversas entrevistas, para dentro e fora do país, sites, blogs, revistas e mídia especializada.
Em setembro do mesmo ano finalmente foi lançado o disco, com ótima receptividade e grande público (Cerca de 15000 pessoas na cidade de Resende RJ, junto ao Raimundos.
Também em 2015, o Monstractor  fecha acordo com a gravadora DIE HARD Records, que a partir daí começa  a distribuição do disco, que contém  12 faixas e conta com participação especial de Marcello Pompeu (KORZUS) nos vocais.
O disco “RecyclingThrash” também está  disponibilizado na internet. E tem recebido críticas muito positivas da mídia e público.
Ainda em 2015 a banda ficou em 2º lugar nas votações dentre mais de 100 bandas,  para que se apresentassem no METAL LAND , festival este  que ocorreu em Altinópolis (SP) e contou com diversas bandas já renomadas no cenário nacional e internacional (Sepultura, Krisiun, André Matos, Voodoopriest, Matanza, Tim  Ripper Owens, Claustrofobia e muitos outros).
O Monstractor explora uma forma própria de fazer thrash metal, logicamente com guitarras pesadas, riffs certeiros e rápidos, com passagens cadenciadas e vocais que mesclam do rock’n roll ao death metal, mas com uma pegada e personalidade únicas.
Segundo à mídia especializada , uma das características da banda é ter uma sonoridade diferente a cada música, sem soar monótono ou cansativo, e ao mesmo tempo sem perder sua identidade musical, direta e coesa.
No início de 2016, a banda foi citada por diversos blogs e sites dentre os melhores lançamentos de 2015.
E os temas abordados nas letras chamam atenção de entusiastas em ficção, monstros, Ufologia, e diversos.
Em 2017 o Guitarrista Thomas Abrantes assumiu a segunda guitarra, e no monmento a banda se encontra em processo de criação e gravações do segundo álbum.
Line up atual (2017)

Christian Klein (Vocais e baixo), Diego MONSTERMAN (guitarra), Thomas Abrantes (Guitarra), Demetrios Maia (Bateria)
Resenhas do Album Recycling thrash :
Metalm Samsara :
Nota de lançamento no Whiplash:
Roadie Metal:
Portal do Inferno:
Brasil Metal História:
primitive ways (EUA):
Revista Metal Rock Online:
Obscure compromisse Webzine:
Roadie to Metal:
Entrevistas e matérias:
Roadie Metal: “5 novas bandas que irão provar que o metal não morreu”:
Som do dock magazine (Portugal) :
Over Metal:
Revista Rock metting:
Rio de Metal:
citações: Melhores do ano 2015
http://www.portaldoinferno.com.br/materias-especiais/2015-um-ano-e-um-pouco-mais.html


THE LAST NAIL no COMANDO NOISE dia 20/08/2017

THE LAST NAIL

BANDA BRASILEIRA DE BLACK METAL , NO ESTILO OLD SCHOOL FORMADA EM 2015, UM POWER TRIO ORIGINÁRIO DE GRANDES HORDAS DA
DÉCADA DE 90 , COMO PROFANE CREATION , MORDETH E LEPROUS SOUL . THE LAST NAIL , INVOCA EM SEUS TEMAS A GOETIA , OBSCURO LUCIFERINO E O QUANTO DO ESCÁRNIO QUE O SER HUMANO CONSEGUE ASSUMIR EM SUA FORMA DECADENTE PROMOVENDO SUA PRÓPRIA DESTRUIÇÃO
ATRAVÉS DE SUAS GUERRAS .
NÓS SOMOS THE LAST NAIL, CRAVANDO O SUSPIRO FINAL DO BASTARDO, SENTINDO O GOSTO DO SANGUE DERRAMADO DESSA MENTIRA INVENTADA PELOS PODEROSOS PARA ALIENADOS E MANIPULADOS .

THE LAST NAIL É:

WIT : BAIXO E VOCAL

MR.HONOR :GUITARRA

OCCES: BATERIA




TORMENT THE SKIES no COMANDO NOISE dia 20/08/2017

Torment The Skies é uma banda de Death Metal da cidade de Natal-RN ,fundada em 2012 por Paulo Dias ( guitar) , Jefson Souza ( vocal ), André Luiz ( guitar ) e Garibaldi Soares (drums) com essa formação a banda fez seu primeiro show na cidade de Mossoró. Logo após isso teve a saída de Garibaldi e André que era guitar assumiu a Bateria ... passou-se o tempo e entro Leo no Bass e com essa formação: Jefson Souza : vocal/ Paulo Dias : guitar /  Leo Paiva : bass / André Luiz : drums , gravamos e lançamos o nosso primeiro EP chamado BORN TO KILL , lançado em 2014. Final de 2014 teve a entrada de Danillo Veloso como o segundo guitar e com essa soma na formação lançamos um Clipe OFFICIAL  em 2015. Final de 2016 lançamos uma single CITY OF WOE e a mesma estará no próximo álbum intitulado de IMPURE previsto a ser lançado ainda esse ano.

Atual formação:

Jefson souza - vocal /
 Paulo dias - guitar /
 Dennys parente - guitar /
Mike mansoni - bass /
Flavio neves - drums    


TORRENCIAL no COMANDO NOISE dia 20/08/2017

Formada em 2006 por membros de diferentes bandas da cidade. A Torrencial nasceu com o intuito de tocar um som na linha thrash sem se prender a épocas ou subgêneros...

Com letras que abordam vários temas de nosso cotidiano caótico.


Membros da banda
Carlos Ferreira-guitarras (guitars)
Anderson Gonçalves-bateria (drums)
Max Oliveira -baixo e vocal (bass and vocals )
Luciano Pinguim-guitarras e vocais (guitars and lead vocals)

Cidade natal
Itapevi/SP


AUDREYISDEAD no COMANDO NOISE dia 20/08/2017

Banda de Metalcore formada em meados de 2013, pelos membros Tom, Júnior Astúcia e Pedro Iago, com intuito de fazer um som melódico, agressivo e moderno, com acréscimo de elementos eletrônicos que variam do erudito à música eletrônica propriamente dita. A banda lançou o single "Encontre-se" em Junho de 2014 e em 31 de Janeiro de 2015 lançou o lyric vídeo de "Orgulho" faixa que dá nome ao primeiro EP da banda, lançado em Abril de 2015. Em Teresina, a Audreyisdead configura entre as bandas que lutam em favor da cena autoral de Teresina, acumulando no currículo shows nos principais eventos autorais e casas de shows da cidade. Atualmente o grupo prepara o segundo EP, com previsão de lançamento em Janeiro de 2017, contando com 6 faixas autorais e mostrando todo o amadurecimento adquirido nesses três anos de banda.

Membros da banda

-Vinícius Araújo(Vocal)
-Tom Jr.(Guitarra/Vocal)
-Júnior Astúcia(Baixo)
-Pedro Iago(Guitarra)

CORE DIVIDER no COMANDO NOISE dia 20/08/2017

No final do ano de 2015, os músicos Tueu Isaac (guitarra), Douglas Hammer (bateria) e Uiu Gomes (baixo), decidiram formar uma nova banda e convidaram o vocalista Jorge Mohamed, vulgo “Butt”, que já havia tocado com Tueu e Douglas em meados de 2004 na extinta banda “SLOT”, firmando a banda dia 11/01/16.

Assim nasce o CORE DIVIDER, resgatando algumas composições da antiga banda e alterando os seus arranjos para uma outra roupagem. Suas novas composições são influenciadas pelas bandas Fear Factory, Divine Heresy, Pantera, Machine Head, Tool, Slayer, Lamb of god, entre outras bandas.

O CORE DIVIDER em suas letras protestam contra más influências e principalmente contra “Guerra”, em qualquer situação que possa enquadrar, política, religiosa, social, etc…. com seus riffs agressivos mostrando esses pontos de vista.

A banda tem objetivo de atingir o público de forma sólida e natural assim como foi a junção dos músicos.

Fica então o recado do CORE DIVIDER “Pesado, Direto e Assustador”.



Membros da banda

Jorge Mohamed - Vocal
Tueu Isaac - Guitarra
Uiu Gomes - Baixo
Douglas Hammer - Bateria

Sobre
Banda de metal/ deathcore/thrash e groove formada no final de dezembro de 2015 apostando no peso das músicas e protestos contra qualquer tipo de "guerra" .



AFTER no COMANDO NOISE dia 20/08/2017

Biografia
After é uma banda Mogiana que surgiu em janeiro de 2015 onde seus integrantes fizeram parte de bandas da cena underground de São Paulo e então com ideias próximas decidiram montar seu próprio projeto.
Coloca caracteristicas próprias em suas musicas e assim os músicos tem seu processo criativo para compor melodias de peso com um mix de grooves e levadas que dão cadencia em meio a destruição do som.
Com as musicas No Religion e Dead City remanescentes da antiga banda e mais alguns covers fez alguns shows para divulgar o novo nome, o qual surgiu da ideia de que sempre há uma nova caminhada a seguir. Com os shows aparecenndo surgiu a necessidade de expandir a divulgação do nome e então ainda
no começo do ano de 2015, a musica Dead City sai do papel e foi gravada em estudio pela primeira vez.
A musica foi o cargo chefe da banda que seguiu fazendo seus shows por São Paulo.
No meio do ano novamente a musica Dead City veio para ficar e assim como sua antecessora, foi feito um webclipe que ajudou mais ainda a banda alcançar novos rumos e públicos a cada visualização.
Em seguida a banda seguiu tornando-se power trio. Essa formação acabou se
encontrando e criando um entrosamento que culminou em novas musicas matadoras como Suffernig, Death Consequences,
Cliffs of Madness e Hate.
E assim a banda fecha o ano de 2015 com chave de ouro angariando um novo patamar e conseguindo parcerias muito
valiosas que somam cada vez mais para o reconhecimento do trabalho e manter a chama do metal nacional viva.
Em 2016 a banda lança seu primeiro material físico: O EP "Live, Suffer and Die". Que vem tendo muitas críticas positivas até então.

Membros da banda
Rodolfo Souza - Vocal e Guitarra
Andre Philipe - Baixo
Willian Marcondes - Bateria



IMPERFECT SOULS no COMANDO NOISE dia 20/08/2017

Imperfect Souls 
Banda formada no ano de black / thrash 2005 na cidade de Muzambinho – MG .
Com intuito de fazer um som simples , rápido e com sentimento de banger para banger , a banda vem caminhando no underground mantendo -se fiel ao proposito e procurando sempre ter uma frequencia no lançamento de seus materiais .
Em 2006 foi lançada a 1 demo intitulada Imperfect Songs , em 2007 sai a demo ao vivo Sabbath,que apesar de ao vivo consta somente sons inéditos até o momento .
Em 2010 sai o split Blasphemy alliance com a banda Breakneck .
Em 2011 sai a demo Live in Underground , contendo 13 sons entre sons das demos antigas e sons inéditos que só saíram nesta demo .

2012 foi a vez do DVD Brutal Imperfect , gravado no evento Passos brutal metal fest , na cidade de Passos MG .Devido as demos se encontrarem esgotadas em 2013 é lançada a compilação Ancient Demon´s , cotendo sons das demos e materiais raros de  ensaios e lives .
Em 2016 é lançado o 1 full da banda intitulado Necro Bestial , contendo 9 sons .
O álbum foi lançado pelos selos Culto ao Metal rec e Sacramental rec , e devido a uma boa 
aceitação do publico já se encontra esgotado .
A banda se apresenta como um dou sendo : Lucas Dias  - guitarra / vocal , Michel Marques / bateria, e conta com apoio de Gustavo Moraes no baixo , formação está a mesma da 1 demo .
No momento a banda está firma e finalizando as composições para o segundo álbum , previsto para se lançado em 2018 . E tambem para sua 1 tour pelo nordeste , programada para janeiro de 2018 .
Sem frescuras , estrelismos e virtuosismo , Imperfect Souls segue firme no proposito se fazer um som simples e honesto de banger para barger !
666



segunda-feira, 14 de agosto de 2017

FLYER DO PLAYLIST DO 27º COMANDO NOISE do dia 13/08/2017


KARNNAGE no COMANDO NOISE dia 20/08/2017

A banda Karnnage foi formada no ano de 2013 com a proposta de fazer um Death/Thrash Metal com fortes influências das bandas dos anos 80. Gênero esse que foi escolhido por causa do som Death/Thrash do Sarcófago. Após algumas mudanças na formação a banda se estabiliza e em Agosto de 2015 e gravam sua primeira demo intitulada "Satan is Waiting".
A demo foi gravada no "No Limits Studio" do guitarrista Ivi Kardec da banda Beyond the Grave. Demo possui quatro sons e um cover para a faixa Chemical Warfare do Slayer com participação da banda Beyond the Grave. No mesmo ano de 2015 a banda fica sem baixista e para cumprir agenda de shows foi chamado Edivan Diamond da banda de Heavy Metal Fire Strike.
No começo de 2016 o vocalista Igor Malfeitor sai da banda, os vocais foram assumidos pelo guitarrista Paulo “Unhalloweed”. Nesse ano de 2016 a banda fez várias apresentações com destaques para o Janeiro Extremo 3 em MG e na 5ª Edição do Guaru Metal Fest evento esse realizado na cidade de Guarulhos/SP, esse show  marcou a despedida do vocalista Igor Malfeitor. No final desse ano entra para a banda Rodolfo “Phobophiliac” (Absoluto Poder) assumindo o posto de baixista. No início de 2017 entra para a banda a vocalista Aline “Mortifying” (ex-Escombro), sendo essa a segunda vez que a banda tem uma mulher em sua formação.
De formação fechada à banda se encontra em estúdio compondo para um futuro material a ser lançado ainda nesse segundo semestre.

Formação:
Aline “Mortifying” – Vocais
Eddie “Executer” – Guitarra
Paulo “Unhalloweed” – Guitarra
Rodolfo “Phobophiliac” – Baixo
Glauco “Typhön” - Bateria


MORCROF - ENTREVISTA EXCLUSIVA no COMANDO NOISE dia 20/08/2017

ENTREVISTA EXCLUSIVA
MORCROF NO COMANDO NOISE.
assessoria Rádio Cangaço Rock. 

Morcrof surgiu em dezembro de 1992 como a união de Caecus Magice (guitarras) e Paullus Moura (baixo) para expressar, através da música extrema e letra metafóricas, reflexões debruçadas em filosofias do existencialismo em suas diversas faces... Indulgência e conjecturas!
No início de 93 ev, o baterista Feralis e o guitarrista R Bressan identificaram com a proposta enraizada nas primeiras composições e, junto com Ludwick Scholzel nos vocais gravaram a reh 94 chamado A Future Not So Far. Cassete que apresentou dez músicas nas versões ensaio, muito influenciado no Brutal Death Metal feito na época; obteve boas críticas.
No corrente ano de 94, após algumas apresentações ao vivo, Caecus Magice e Feralis deixaram a Morcrof e foram substituídos respectivamente por R'Matheus (guitarras) e B. Genes Hajj-Ahriman (bateria). Essa formação expandiu influências musicais mórbidas e densas que culminou na composição do "Nihism (Prophetic Conjecture)". Ao final daquele ano marcou também o retorno ao palco. No ano seguinte, R. Matheu saiu e, na sua vaga entrou Pétros Nilo, vindo da banda Necronoiser. Para fechar a formação, Naitsirch C Bontus assumiu o teclado. Com a formação estabilizada, gravou-se a debute DT 96 Scientia Ab Mortuus, considerada a primeira demo oficial, com 2 hinos e o cover ao vivo da "The Forest N'Gai" - Rotting Christ. Com a demo lançada, participou de alguns concertos incluindo o cultuado Malefic Cold Weather Underground Fest e Evil Prayer to The Knowledge Fest.
No 98 ev, B. Genes Hajj-Ahriman sai e Slaughter assume a bateria, saindo também alguns mêses depois. Com mais músicas compostas, prontas para gravar, Paullus Moura assumiu a bateria e gravaram a clássica DT 99 "Peragere Humum Et Semem Terrai Abditae". Nessa segunda demo pode-se conferir sete faixas que rendeu excelentes resenhas nas mídias especializadas o que despertou interesse e convites de alguns selos para participação em algumas compilações e lançamento do debute álbum.
Em meados de 1999 ev, Ad'Lung assumiu a bateria e permaneceu na Morcrof por um ano; nesse período fez alguns shows importantes como os realizados nas cidades Cordeiropolis, Jundiai, Cotia, São Paulo e Bauru. Em 2001, Feralis retornou à Morcrof para gravar uma faixa da Compilação "An Brazilian Tribute to Rotting Christ", lançado pela Gravadora Rec. Em seguida, ele também participou das gravações da DT 01 "Alesh", lançada pela helênica Demonion Prod.
Nos idos de 2002 ev foi finalmente lançado o CD "Apeiron (Trinitas Primitiae Opus)", uma compilação das três demos oficiais, re-mixado e re-misturado, sob o selo Mutilation Rec. Naquele mesmo ano, ainda foram compostas 7 novos sons, compostos de modo conceitual, gravados no dia 6 de outubro e laçando na Tape Reh 02 "Arqués". Este lançamento apresenta um som crú e sem as participações de Naitsirch C' Bontus e Ludwick Schölzel.
Em 2003, enquanto no processo de mixagem e masterização do novo álbum, lançou-se a Advanced Promo Track "Equilibrium Of Fohat" nos formatos de CDr e cassete pela Erinnys Productions e licenciado pela Mutilation Records. Esta tape ainda apresentou os bonus "The Fourth Knige Of Revelation - tirado da Compilação "An Brazilian Tribute to Rotting Christ" e versões ao vivo não editadas "Buried Alive Existence" e "Nihilism (Prophetic Conjecture)" gravados no Malefic Cold Weather Underground Fest 5, em 2001.
Finalmente, em 2005, após dois anos de gravação, Machshevet Habriá (Myths And Conjectures Of Creation) foi lançado pela Mutilaiton Records. Este álbum apresenta 9 odes conceituais envoltos de temas inspirados no ocultismo e místicismo interpretados pela música extrema e passagens eruditas. Naquele mesmo ano, por compromissos profissionais, Feralis deixou a Morcrof e em seu lugar assumiu Andress Irae, ex-baterista de DIES IRAE e GUEHENOM, que participou dos shows referentes a divulgação do novo álbum.
Após cumpridas a agenda, Ludwick Schölzel, Naitsirch C'Bontus e Andress Irae deixaram a banda pelos memos motivos que obrigou Feralis outrora. Assim, Paullus Moura, R'Bressan e Pétros Nilo passaram a buscar novos integrantes que pudessem consolidar a banda novamente.
Houve que, no início de 2006, a Morcrof foi convidado a juntar-se com ARUM e EVIL WAR para abrir o show da Rotting Christ em sua segunda passagem pelo Brasil. Assim, para poder apresentar-se no festival, Feralis retornou a banda e a formação fechou com Paullus Moura no baixo / vocal; R'Bressan e Pétros Nilo nas guitarras e Feralis na bateria. No mesmo ano a Morcrof fez outros concertos até o desligamento definitivo de Feralis em dezembro.
Entre 2007 e 2010 houveram diversos problemas que impediram uma produção mais efetiva. A busca de novos integrantes e os testes realizados com todos eles afastou paulatinamente a banda da rotina dos ensaios e composições. Entretanto, num determinado momento, foi composto um som sob o nome improvisado "pro suspicio imperator ex ambitus existencia elementum", posteriormente renomeado de "preconceptual genesis circularis elementarum existentiam". Esta primeira versão pode ser conferida no Live 2010 "IN TENEBRIS VITAM TRAHO", lançado pela LUX FERRE, com áudios gravados no "Unholy Night Fest" realizado em 20.Mai.2006.
Finalmente, no ano de 2011 ev, R'Herton assumiu a bateria junto com Agnaldo Dead Poet, ex DIES IRAE, nos vocais. Imediatamente começou a composição de novos sons visando o próximo álbum mas ainda sim, manteve-se a procura de um tecladista. Esta formação compõs 2 sons que foram apresentados pela primeira vez na cidade de Várzea Paulista em 26 de novembro.
Entre as atividades de composições, início das gravações e participação em shows, Brahmss Kermanns, também conhecido como "Fenrirsulfr" (ex-Esgaroth, ex-Mørk VisdoM, ex-Throne) recebeu convite para assumir os teclados em janeiro de 2013. Mesmo sofrendo de instabilidade nos ensaios e composições, ele já gravou as linhas do novo álbum Morcrof intitulado ".:.CODEX.GNOSIS.APOKRYPHV.:.arcano.verba.revelatio.:.". Naquele mesmo ano, Agnaldo Dead Poet deixou a banda.
Com hiato de mêses sem vocalista, Eziel Kantele-Väinö executa teste na banda e se oficializa em 2014, quando os vocais passam a caracterizar-se entre cantados e guturais. Entre 2015 e 2016 os ensaios exaustivos marcaram as atividades da banda visando alguns concertos importantes tais como o "Life And Death By Metal Fest", "Malefic Cold Weather Underground Fest 7", "Covenant Fest", "At The Brazilian Swamps Fest" - abrindo para o glorioso Varathron, e, ainda, apresentou pela primeira vez nas cidades de Belo Horizonte/MG no "Metal Negro Legião Fest" e em Santos no "Trinca Dus Infernus, além da participação no "Negros Cântigos da Goecia - Ato I" em Cerquilho, "Bestial Saviour Of Undead Legions Ritual Fest" e no "Open The Road Fest 5", quando abriu para Satan e Tokyo Blade. Paralelamente as gravações seguiam lentamente.
No final de 2016, Pétros Nilo decide deixar a banda após 21 anos para dedicar-se a novos projetos e, para a segunda guitarra Cleber Borges, da Empire Of Souls, assume o compromisso. Após 9 meses sem ensaio, voltando a concentrar-se na finalização do "CODEX GNOSIS APOKRYPHVS", a banda retorna aos ensaios em maio de 2017 para harmonizar os novos sons e finalizar a produção do próximo album que será lançado pela Erinnys Productions.


PROGRAMA COMANDO NOISE
APRESENTAÇÃO TITIO BRON BRON
TODO DOMINGO DAS 20:00 ÀS 00:00 HORAS.
PROGRAMA COM TRANSMISSÃO SIMULTÂNEA EM 3 EMISSORAS:
COMANDO NOISE NA REDE, ACESSE: