ARQUIVOS

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Banda CRONOS N.T. felicitando o programa Comando Noise do Titio Bron Bron



Banda idealizada por colegas do ensino médio em 2011 onde os integrantes buscaram estudar música em razão da banda, o projeto de nome New Times foi adiado para em 2012, dar início ao projeto Cronos N.T, banda que após variações de formação, foi lapidando sua identidade e objetivo de não se prender a rótulos, misturando influências dos mais diversos subgêneros do Heavy Metal, tanto que a banda prefere não rotular seu som, utilizando apenas "Metal" para definir, visando unificar todos os públicos que se segregaram devido a fragmentação dos subgêneros, fazendo músicas onde os temas abordados vão desde críticas politíco-sociais até reflexões introspectivas e homenagens a livros de fantasia e filosofia, onde dependendo do tema tratado em cada canção, o rumo dos arranjos terá influências de gêneros de acordo com a identidade da música.
A formação consolidada da Cronos N.T veio apenas em 2015, onde enfim se iniciam os primeiros shows no circuito paulista tocando em casas como “Dynamite Pub”, “Morfeus”, participando de festivais underground como “Encosta na quebrada” e “Open underground”, até eventos de médio porte como a virada cultural paulista, Dia da Música e Expomusic em 2016, ano onde a banda lançou o single “Garden of Skulls” do 1º EP que irá conter algumas das músicas compostas neste meio tempo com previsão de lançamento para 2017.

Integrantes:
-Guilherme Silva / Baixo
-Demiurd / Voz
-Fernando Fonseca / Guitarra
-Matheus Bernardo / Guitarra
-Felipe Veiga / Bateria

Eis a banda que transcende o tempo, unindo as raízes do que foi feito no passado, mas com a coragem de castrar o próprio pai!
Visando o futuro em pleno presente,
-CRONOS N.T


terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Entrevista Noise com Carlos Lopes do Dorsal Atlantica dia 18/02/2018 (Domingo) no Comando Noise.


A próxima edição do programa Comando Noise terá a participação especial para sessão de entrevista com Carlos Lopes do Dorsal Atlantica, o programa será apresentado no domingo, 18 de fevereiro e locucionado por Titio Bron Bron. A transmissão simultânea do programa Comando Noise será ao vivo pela internet nas rádios Patotas Rock, Skate Old Metal, Rock Metal, Radio Baixada Santista e Alternativa Rock entre as 20:00 e 02:00.

No decorrer da entrevista o guitarrista e vocalista da banda comentará sobre seu trabalho, sua história, e muito mais. O programa terá como destaque um especial totalmente dedicado ao Dorsal Atlantica.

CANUDOS, novo CD da banda Dorsal Atlântica.

Canudos, o décimo trabalho de estúdio da Dorsal, lançado em novembro de 2017 foi gravado em junho no estúdio Superfuzz no Rio de Janeiro, com os músicos Carlos Lopes (vocais e guitarras), Cláudio Lopes (baixo) e Américo Mortágua (bateria).  
Gravado ao vivo no estúdio e sem ensaios, Canudos é a ópera mais política já escrita pela banda. O CD apresenta um novo estilo de rock pesado, que mescla a tradição musical do grupo com o movimento armorial do escritor Ariano Suassuna.
Uma guitarra Flying-V baiana foi desenhada por Carlos Lopes para gravar o disco. Nomeada pelo músico de Matadeira, é o mesmo nome do canhão Withworth 32 que atirava balas de 13 quilos nos Canudenses.
A capa, sem o nome da banda e do disco, representa o massacre que se comete contra o povo, as mentiras da imprensa, a elite alienada e a falta de conhecimento da própria história que leva a população a repetir os mesmos erros.
Uma revista em PDF sobre os bastidores da gravação e as composições é distribuída para download em www. dorsalatlantica.com.br

Composições:
CANUDOS / BELO MONTE / NÃO TEMOS NADA A TEMER / O MINUTO ANTES DA BATALHA / CARPIDEIRAS / A CONSELHEIRA / SONHO ACABADO / COCOROBÓ / ARAÇÁ DO PEITO AZUL DE LEAR / GRAVATA VERMELHA / LIBERDADE / FAVELA / ORDEM E PROGRESSO
         

Temática de CANUDOS:
CANUDOS foi o grande assunto nacional entre os anos de 1896 e 1897 do século XIX. Uma cidade de excluídos sociais erguida no interior da Bahia sob o comando do religioso Antonio Conselheiro. Os jornais das capitais falsamente alardeavam que Conselheiro recusava-se a aceitar o novo regime republicano - há meia década no poder - e que insuflava seus seguidores a não aceitarem as novas leis que seriam contra Deus. Pelos raivosos textos da imprensa parcial, Antonio seria apenas um ignorante monarquista que preferia Deus à modernidade. O Conselheiro percebia que a mudança de regime, a troca de líderes, em nada melhoraria a vida da população. A República havia sido imposta pelos militares sem o conhecimento ou aprovação do próprio povo.
Após os canudenses serem massacrados pelo Exército, Canudos foi esquecida. Sua história eternizou-se quando o escritor Euclides da Cunha lançou o livro os Sertões em 1902, meia década após o fim dos conflitos. Euclides foi citado na primeira composição do CD 2012.

Histórico:
A Dorsal Atlântica é uma das primeiras bandas de heavy metal brasileiro e conhecida por ter unido o público de metal e com o de hardcore/punk. O trio foi fundado em 1981 e até hoje é uma das bandas brasileiras mais populares, mesmo tendo encerrado suas atividades em 2000. Durante a sua carreira, a DORSAL gravou 7 álbuns de estúdio, o último na Inglaterra em 1996 com produção de Paul Johnston (Cathedral, Bolt Thrower, Benediction). A DORSAL se apresentou com várias bandas internacionais como Venom, Exciter, Nasty Savage, Testament, Motörhead, Cradle Of Filth e Anathema, e no festival Monsters of Rock em 1998 em São Paulo, a DORSAL tocou com Manowar, Saxon, Glenn Hughes, Megadeth, Savatage, Slayer e Dream Theater.
Carlos Lopes, fundador da banda, depôs sobre o metal brasileiro no documentário canadense Global Metal de Sam Dunn e Scot McFadyen em 2007.
Depois de 12 anos, o trio retornou aos estúdios para lançar o CD 2012. Em 2014, foi gravada a ópera-thrash Imperium sobre a deposição da monarquia.

Contatos:
www. dorsalatlantica.com.br

PROGRAMA COMANDO NOISE
APRESENTAÇÃO TITIO BRON BRON

TODO DOMINGO DAS 20:00 ÀS 02:00 HORAS DA MADRUGADA.  
PROGRAMA COM TRANSMISSÃO SIMULTÂNEA EM 5 EMISSORAS:

WWW.RADIOPATOTASROCK.COM
WWW.SKATEMETALOLD.COM/
WWW.RADIOBAIXADASANTISTA.COM.BR
WWW.ROCKMETAL.COM.BR
WWW.RADIOALTERNATIVAROCK.COM


segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

METAL OPEN MIND - Nova parceria cultural do Comando Noise.


Metal Open Mind é um projeto criado com o intuito de promover bandas e artistas da música pesada sem fronteiras de todo o mundo.
Metal Open Mind is an independent project created by Gustavo Scafuro that promotes rock/metal bands/artists from around the world. It started back in 2002 as a webzine in Portugal, and has been evolving along the years through different outlets, as such website, blog, podcast, radio show, and more recently on youtube channel. Back to Brazil since 2010, the project still growing stronger with internet presence in all major social media networks.
You can contact us by email: metalopenmind@gmail.com; or send physical promotional material to: Rua Antônio Borba, 191 Apt 22 Vila Madalena - São Paulo Brasil CEP 05451-070

Banda TENEBRARIO felicitando o programa Comando Noise do Titio Bron Bron.



TENEBRARIO Ano Formação : 1997 em São Paulo-Brasil Influencias : Heavy/Doom,em todos os estilos Temática das Letras: O individuo em diversas situações sobre uma visão por vezes Metafórica. Origem do nome: Provem de um candeeiro que permanece aceso durante o oficio de trevas na semana santa, porém não reflete nenhuma crença de nenhum integrante ou nenhuma ligação do grupo com qualquer relegião. 1º Trabalho: DEMO 1997-Tenebrario 2º Trabalho: CD: Lighting up Tenebrario, 2001 3º Trabalho: CD ind: Second act: Pain, 2006 / com relançamento previsto p/ final de 2017. 4º Trabalho: EP ind: The silence of the ancient souls. previsto p/ final de 2017 Line up: Alexdog-Baixo e vocal Eduardo Borrego-Guitarra Kaue Assis-Guitarra 
Wayne Assis-Bateria

Banda CRUCIFIXION BR felicitando o programa Comando Noise do Titio Bron Bron.



CRUCIFIXION BR
CRUCIFIXION BR, fundada em 1996 na cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, renovou o cenário local com a proposta de fazer um black metal original, através de influências do death metal e thrash metal old school, se encaixando atualmente no estilo ‘Blackened Death Metal’. O nome "CRUCIFIXION" foi inspirado numa música de mesmo nome do grupo SEPULTURA. Em 2004 fixou residência em Porto Alegre, construindo desde então uma vasta experiência de apresentações ao vivo pela região Sul do Brasil, incluindo vários festivais, e inclusive abrindo para o KRISIUN em seu último show da ASSASSINATION Tour de 2007. No fim de 2011 fizeram a abertura para os suecos do DARK FUNERAL, juntamente com os irlandeses do GAMA BOMB em um show da turnê sulamericana Satanic War Tour. Em 2016 a banda se muda para São Paulo. Contam com uma demo ao vivo de 2000 chamada Live Possession, e duas demos de estúdio gravadas em 2002, chamadas Diabolical Profecies e In The Shadows Of The Obscurity, tendo a participação do baixista sueco Jan Felipe Queiroz vulgo Den Röd Med Horn (ex-integrante da MZ.412 da Suécia), trabalhos que receberam boas críticas das revistas da época, e ainda em 2002 participaram da coletânea Metal Crusader da Rádio Muda de Campinas/SP. Em 2011 lançaram o EP "War Against Christian Souls" pelo selo Satanica Productions da Nova Zelândia. Este EP contém três faixas do primeiro álbum. O EP obteve ótimas críticas a nível nacional e mundial e foi tocado em rádios de várias partes do mundo, sendo banda destaque no programa 'Demons Of Dark World' da Radio Revolta da Polônia. Graças ao EP tocaram ao vivo no programa de TV Radar da TVE/RS. Em 2014 lançaram o clipe oficial da faixa “Eternal Judgement”, feito por Square Design Studio. No mesmo ano lançaram pelo selo americano Horror Pain Gore Death Prods o primeiro álbum “Destroying The Fucking Disciples Of Christ”. No início de 2015 foi lançada a versão nacional do álbum pela Shinigami Records, e em 2016 o selo holandês Serpente’s Eye Recs lançou a versão em fita cassete. Gravado e mixado no Estúdio Hurricane, produzido por Márcio Guterres e Sebastian Carsin, o álbum mostra CRUCIFIXION BR já evoluída e mantendo-se em prol da Obscura Arte. Tracks do álbum estão em compilações de todo o mundo dentre elas "Extreme Metal Mu-Sick" por Extreminal Zine da Turquia (junto com Master e outras), "Most Unholy Convergence II", por Satanica Prods (Nova Zelândia), Upcoming Hell #8 por Hell Divine Magazine e na coletânea da Sick Drummer Magazine dos EUA. A baterista Juliana está na edição nro. 28 da revista como a primeira mulher a ser entrevistada nesta revista de bateras extremos. E com a divulgação do debut, foram entrevistados na Decibel Magazine, na Roadie Crew e nas principais rádios FM de São Paulo: na Kiss FM por Vitão Bonesso, e na 89 FM por Andreas Kisser (SEPULTURA). Também foram entrevistados no Heavy Nation da rádio UOL por Júlio Feriato, no programa Trinca Dus Inferno por Luis Louzada (VULCANO) e no Metal BR por André & Marcos Thrasher. O foco é expandir sua arte, e em outubro/novembro de 2015 realizaram a primeira turnê européia ‘Devastation Tour’ tocando com bandas como Besatt e Fleshless, obtendo ótima receptividade do público em países como Polônia, Bélgica, Alemanha, Holanda e Irlanda. Ainda foram entrevistados durante o Opole Metal Festival por uma rádio polonesa. Em 2017 participam do Tributo ao Motorhead ‘Going To Brazil’, a ser lançado na Europa pela gravadora inglesa Secret Service Recs, enquanto preparam as músicas do próximo álbum. Integrantes: Márcio Guterres – Vocais/Guitarra Juliana Novo – Bateria Roberto Factus – Baixo Visite-nos: www.crucifixionbr.com www.facebook.com/crucifixionbr crucifixionbr@gmail.com PROGRAMA COMANDO NOISE APRESENTAÇÃO TITIO BRON BRON TODO DOMINGO DAS 20:00 ÀS 02:00 HORAS DA MADRUGADA. PROGRAMA COM TRANSMISSÃO SIMULTÂNEA EM 5 EMISSORAS: WWW.RADIOPATOTASROCK.COM WWW.SKATEMETALOLD.COM/ WWW.RADIOBAIXADASANTISTA.COM.BR WWW.ROCKMETAL.COM.BR WWW.RADIOALTERNATIVAROCK.COM

51º COMANDO NOISE - 11/02/2018

PLAYLIST DO 51º COMANDO NOISE – 11/02/2018

 1ª TIJOLADA – Playlist do Titio Bron Bron. 
MANOWAR – Warriors of the World United (Warriors Of The World, 2002); pedido especial da Rock Metal Press.!!! 
THE CROWN – Soul Slasher (Doomsday King, 2010); 
 LAAZ ROCKIT – Delerium Void (Left For Dead, 2008); 
 PARIUS - A Shade Darker Than Black (Let There Be Light, 2017);
 MESHIAAK – Maniacal (Alliance Of Thieves, 2016); 
NERVECELL – Aadvent (Past, Present…Torture, 2017);

 2ª TIJOLADA – Entrevista Noise – Marcos Garcia da Heavy Metal Thunder. 
MARCOS GARCIA (HEAVY METAL THUNDER) - ENTREVISTA

 3ª TIJOLADA - BARULHO NOISE – o espaço das bandas underground!
 ISSOS - The Leader of Us (EP – The Leader Of Us, 2017); 
ISSOS - Dungeon and Chains (EP – The Leader Of Us, 2017); 
ISSOS - Lies (EP – The Leader Of Us, 2017); 

 4ª TIJOLADA – BARULHO NOISE – o espaço das bandas underground!
 ETHEL HUNTER – No Man Is Truly Free (EP – No Man Is Truly Free, 2014);
 ETHEL HUNTER - Twilight! Darkness! (EP – No Man Is Truly Free, 2014); 
ETHEL HUNTER - Relentless Hunt (EP – No Man Is Truly Free, 2014);
 MATAKABRA - Executado (EP – Prole, 2016); 
MATAKABRA - Pesadelo (EP – Prole, 2016); 
MATAKABRA – Prole (EP – Prole, 2016); 


 5ª TIJOLADA – ROADIE NOISE – Assessoria Roadie Metal – a voz do rock. 
VOODOOPRIEST – Dominate and Kill (Mandu, 2014); 
VOODOOPRIEST - Religion In Flames (Mandu, 2014); 
VOODOOPRIEST - Eye For An Eye (Mandu, 2014); 
VOODOOPRIEST - Mandu (Mandu, 2014); 
VOODOOPRIEST - Warpath (Mandu, 2014); 

 6ª TIJOLADA – ROADIE NOISE – Assessoria Roadie Metal – a voz do rock. 
SEVENTH SIGN FROM HEAVEN – Judgement of Egypt (EP – Judgement Of Egypt, 2017); SEVENTH SIGN FROM HEAVEN – The Devil Fears Your Name (EP – Judgement Of Egypt, 2017); 
SEVENTH SIGN FROM HEAVEN - Paid on the Cross (EP – Judgement Of Egypt, 2017); SEVENTH SIGN FROM HEAVEN - Pain In Your Eyes (EP – Judgement Of Egypt, 2017); SEVENTH SIGN FROM HEAVEN - The Return (EP – Judgement Of Egypt, 2017);

 7ª TIJOLADA - SANGUE NOISE (Assessoria Sangue Frio Produções). 
IMPIEDOSO – Pelas Desgraças de Deus (Reign In Darkness, 2017); 
IMPIEDOSO – Domination (Reign In Darkness, 2017);
 IMPIEDOSO – Eu Vejo o Sol (Reign In Darkness, 2017); 
IMPERADOR BELIAL - Erzsébet Báthory (True Horror Tales, 2016); 
IMPERADOR BELIAL - White Chapel's Killer (True Horror Tales, 2016); 
IMPERADOR BELIAL - O Opositor (True Horror Tales, 2016); 

 8ª TIJOLADA - LEGION NOISE – (Assessoria Black Legion Productions). 
IN APOSTASIA – Never (Hail The King, 2017); 
IN APOSTASIA – Tamoio Confederation (Hail The King, 2017); 
IN APOSTASIA - They All Must Die (Hail The King, 2017); 
IN APOSTASIA - Burning Crosses (Hail The King, 2017); 
IN APOSTASIA - Crist's Death (Hail The King, 2017); 

 9ª TIJOLADA - Playlist do Titio Bron Bron. 
METAL CHURCH – Reset (XI, 2016); 
METAL CHURCH – Killing Your Time (XI, 2016);
 METAL CHURCH – No Tomorrow (XI, 2016); 
METAL CHURCH - Signal Path (XI, 2016); 
METAL CHURCH - Sky Falls In (XI, 2016);


sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Banda KATAMAROCK felicitando o programa Comando Noise do Titio Bron Bron.



O Katamarock é um power trio formado no inicio de 2015 na capital de São Paulo. Conta com músicos bem rodados, tanto no Brasil quanto em Portugal, que integraram bandas como Pickles, Stay Puff e Hot Stuff. A amizade de longa data entre Alexandre Barretti e Gustavo Scafuro, e a vontade de fazer um Rock mais maduro e consciente, foram os pretextos iniciais para formar o novo projeto. Após os primeiros ensaios, o baixista Haroldo Costanzo entra para consolidar a formação que se mantém até hoje. O projeto é então batizado de Katamarock, um nome que não têm um significado aparente, porém denota força e originalidade, tal e qual a proposta musical do trio dentro do rock autoral independente do Brasil. O repertório conta com letras diferenciadas, e em Português. Em julho de 2016 gravam “H.A.G.” no estúdio Nimbus em São Paulo, um EP com 3 músicas, mixado e masterizado por Rodrigo Leal no Matchbox Studio, em Portugal. A banda disponibilizou 3 singles para download gratuito em sua página do bandcamp, e lançou o EP H.A.G. em Abril de 2017, tendo já se apresentado ao vivo na capital do estado. Membros da banda Alexandre (guitarra), Haroldo (baixo), Gustavo (bateria) https://www.facebook.com/katamarock/ https://twitter.com/katamarock https://katamarock.bandcamp.com/

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Banda ATACKE NUCLEAR felicitando o programa Comando Noise do Titio Bron Bron.



ATACKE NUCLEAR surgiu no ano de 2005, na cidade de Três Corações/MG, (BRASIL) sendo formada pelo guitarrista (IURI GRÉGORI). A banda usa temas marcantes como guerra, fome, desigualdade social e alienações em suas letras .O som pode ser definido com o som potente do THRASH METAL OITENTISTA.
A banda está na estrada há 13 anos com 3 discos lançados e no dia 26/11/2016 foi lançado o 3º e novo disco intitulado de 'EXTERMÍNIO ", disco este que foi produzido físicamente em PORTUGUAL, e lançado através das gravadoras "METAL SOLDIERS RECORDS ( Portugual ) e SECRET PORT RECORDS ( Grécia )
FORMAÇÃO OFICIAL: IURI GRÉGORI (GUITARRA / BACKING VOCAL) LUÍZ OTAVIO: (BAIXO / BACKING VOCAL) EDUARDO LEMOS: (BATERIA / VOCAL )

Banda GRINDING REACTION felicitando o programa Comando Noise do Titio Bron Bron.

 Banda Grinding Reaction

O Metal e o Hardcore correm em nossas veias na mesma velocidade de nossas canções, o ódio a o sistema sustentado pelas falsas liberdades pesa em nossos corações com o mesmo peso das distorções de nossas guitarras, a consciência sobre esse mundo torto ecoa em nossas mentes com a ferocidade e potência que as palavras são proferidas por nosso vocalista, para os defensores do sistema, nossa voz e a voz do caos. Em nossas almas reside a verdadeira essência crítica que não se dobra a o senso comum, uma essência densa como os graves e agudos de nosso baixo e bateria. Somos um único organismo com um objetivo provocar as mentes através dos sentidos! Nosso nome? GRINDING REACTION!!!



Banda VILETALE felicitando o programa Comando Noise do Titio Bron Bron.



Banda VILETALE


Em Janeiro de 2016, a Viletale iniciou seu trabalho em Blumenau – SC, unindo um grupo de amigos para produzir um som de cunho horror literário, abordando uma atmosfera sonora entre o black, death e demais vertentes de peso.
A proposta da Viletale é unir referências da “escola velha” do metal, como nossa homenagem aos nossos instrutores, e mesclar muitas vertentes do metal moderno trazendo um estilo nomeado por nós como Horror Metal: a união de metal extremo e cadenciado, construído com guturais rasgados e growlings, linhas viscerais, muitas vezes trabalhadas nas partes harmônicas e acompanhada de uma abordagem de algum autor icônico de terror.

A Viletale é:

Bruno Jankauskas:_____________________Guitarra Solo e Vocal
Alan Ricardo Wenderlich:_______________ Guitarra Base e Vocal
Filipe Trindade Oliveira:______________________________Baixo
CONFIRA AGORA O NOVO SINGLE DA VILETALE " A Giftless December" no YouTube! - https://youtu.be/wfdckuIItK0
Matheus Lunge:___________________________________Bateria

QUE O NATAL DE VOCÊS SEJA TRÁGICO!

Viletale - A Giftless December (SINGLE) [!Happy 2018!]




Banda ANFEAR felicitando o programa Comando Noise do Titio Bron Bron.


Banda ANFEAR.
https://www.facebook.com/bandaanfear/ ANFEAR é uma banda autoral paulistana que escreve sobre a cultura brasileira envolvendo nossa história e nosso folclore, buscando divulgar a nossa cultura para o mundo utilizando a língua inglesa como principal veículo de comunicação. Nos shows a musicalidade da banda se mostra pela mistura de estilos entre o rock/metal melódico e influências brazukas com outros estilos musicais. O primeiro EP da banda, "Plays of Destiny", lançado em 2016 possui 3 canções e uma versão instrumental da faixa tema. Acompanhado também pelo lançamento do videoclipe da canção Plays of Destiny. O segundo videoclipe da canção "View of Truth" foi lançado em março de 2017. Atualmente a banda trabalha em single “Iracema” e também em seu primeiro Álbum, cujas canções já são apresentadas nos shows que realiza pela cidade de São Paulo. Membros da banda • Andressa Lé – Vocal • Nan Marconato – Baixo • Caio Balestra – Guitarra • Junior Soares – Teclado

Entrevista Noise com MARCOS GARCIA da Heavy Metal Thunder - dia 11/02/2018 (Domingo) no Comando Noise.

O Heavy Metal Thunder é um blog especializado em todas as vertentes de Heavy Metal, sem se preocupar em destacar esta ou aquela. Também abrimos espaços para bandas de Rock, HC, Punk Rock, Rock Progressivo e todas as vertentes irmãs.
Também não fazemos diferenciação de credos, ideologias políticas, etnias e outros. Não apoiamos racismo, homofobia, machismo e qualquer forma de preconceito. O enfoque do site é apenas na música.
Bandas que tiverem interesse em aparecer no site, por favor, entrem em contato pelo e-mail: heavymthunder@gmail.com
Bands who have interest on appearing on the site, please, use this mail for contact: heavymthunder@gmail.com

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

HEAVY METAL THUNDER - parceira cultural do Comando Noise.

Heavy Metal Thunder, o braço forte do Metal!
O Heavy Metal Thunder é um blog especializado em todas as vertentes de Heavy Metal, sem se preocupar em destacar esta ou aquela. Também abrimos espaços para bandas de Rock, HC, Punk Rock, Rock Progressivo e todas as vertentes irmãs.
Também não fazemos diferenciação de credos, ideologias políticas, etnias e outros. Não apoiamos racismo, homofobia, machismo e qualquer forma de preconceito. O enfoque do site é apenas na música.
Bandas que tiverem interesse em aparecer no site, por favor, entrem em contato pelo e-mail: heavymthunder@gmail.com
Bands who have interest on appearing on the site, please, use this mail for contact: heavymthunder@gmail.com

Banda VOODOOPRIEST no quadro ROADIE NOISE (Assessoria Roadie Metal - a voz do rock) dia 11/02/2018 (Domingo) no Comando Noise.

O Voodoopriest é uma banda paulista de metal, formada pelo vocalista Vitor Rodrigues (ex-Torture Squad), os guitarristas César Covero (Endrah, ex-Nervochaos) e Renato De Luccas (Exhortation), o baixista Bruno Pompeo (Aggression Tales, ex-CPM) e o baterista Edu Nicolini (ex-Nitrominds, ex-Musica Diablo).

O Voodoopriest nasceu como uma grande força no cenário musical brasileiro e internacional, devido à experiência e bagagem musical de seus integrantes. Já nos primeiros meses de lançamento, o grupo conseguiu grande visibilidade na mídia e muito interesse e curiosidade por parte do público em geral, obtendo ótimos resultados ainda em seus primeiros meses de existência.

Considerado um dos melhores vocalistas do metal brasileiro, em abril de 2012, Vitor Rodrigues decidiu deixar a banda Torture Squad, com quem vinha trabalhando há 19 anos. No final de 2012, o vocalista formou o Voodoopriest, sua nova banda. O grupo logo começou a compor, e reuniram cinco músicas para fazerem parte do primeiro registro da banda. O EP Voodoopriest foi gravado no Norcal Studios, em São Paulo, com a produção de Brendan Duffey e Adriano Daga, e foi lançado em fevereiro de 2013 obtendo boa receptividade tanto no público como na crítica, mas foi com o lançamento do aclamado álbum Mandu  (2014) que a banda firma como uma das maiores potências do metal nacional.

A combinação de elementos do thrash, death e heavy metal tradicional, com uma sonoridade moderna aliadas às músicas bem construídas, cheias de riffs instigantes, refrãos marcantes e doses fartas de peso equilibradas com um toque de groove, fazem o Voodoopriest mostrar que tem todas as qualidades para se tornar um grande nome do metal brasileiro e internacional.

Mais informações em www.voodoopriest.com.br

Contatos:
Mike Zeck


Banda SEVENTH SIGN FROM HEAVEN no quadro ROADIE NOISE (Assessoria Roadie Metal - a voz do rock) dia 11/02/2018 (Domingo) no Comando Noise.

A banda Seventh Sign From Heaven surgiu após o vocalista e guitarrista, Mark Neiva, se desligar de seu antigo grupo Metraton, vendo a necessidade de criar um novo caminho e estilo do que era proposto por sua ex-banda.

 Com isso em outubro de 2016 o músico fundou a “Seventh Sign From Heaven” junto aos amigos músicos, Álvaro Macbrian (guitarra), Filhin Nascimento (Bateria) e Zinha Soares (Baixo), criando assim a base instrumental do grupo. A banda tem como influência nomes tradicionais do Heavy Metal como Iron Maiden, Judas Priest, Saxon, Accept, Metallica, Motorhead, Diamond Head e outros tantos que inspiram o grupo a compor e trabalhar suas músicas em uma linha retilínea e focada no Metal Tradicional da NWOBHM.

O grupo lançou em 15 de setembro o primeiro registro oficial da carreira, o EP de estreia intitulado de “Judgement of Egypt” possui cinco faixas e foi disponibilizado em formato físico com embalagem digipack.

O grupo também lançou recentemente o vídeo clipe da música “The Return” como primeiro single do EP, atualmente o grupo vem trabalhando para dar início ao processo de gravação do primeiro Full da carreira, com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2018.

Formação:
Mark Neiva: guitarra e voz
Álvaro Macbrian: guitarra
Filhin Nascimento: bateria
Zinha soares: baixo


Banda IMPERADOR BELIAL no quadro SANGUE NOISE (Assessoria Sangue Frio Produções) dia 11/02/2018 (Domingo) no Comando Noise.

OLD SCHOOL BLACK METAL HORDE
Banda formada em 1998 com o intuito de executar Black Metal de forma crua, ríspida e agressiva em honra aoantigo Culto como era feito pelos reais maníacos em seus gloriosos dias, fugindo das tendências da época.

Evocando  influências  de  bandas  como  Venom,  Sarcófago,  Bathory,  Vulcano,  Celtic  Frost,  Black  Sabbath,  eBulldozer, o IMPERADOR BELIAL busca dar continuidade a essa sonoridade que caracteriza o verdadeiro MetalNegro, porém mantendo sua integridade musical e lírica.

Discografia:
•  2001 “Exaltation” – Tape (Independente).
•  2009 “Raw Profane Black Metal” – Split CD-R com Mistwrath (Impure Lust Cult Rec – BRA). 
•  2011 “Untitled” - CD-R Pro (Independente). 
•  2012 “Journey Back To Hell” – Tape (Örtsid Latem Prods – FRA).
•  2013 “Imperador Belial / Saktism” – Split Tape Pro (Metal Porn Rec – MAL).
•  2013 “Morbid Rites” – Debut CD Oficial (Nightmare Prods - BRA). 

Para a divulgação do álbum foram feitos shows em toda a região Sudeste e uma mini tour no Nordeste. Devido a grande receptividade, o álbum foi relançado no Brasil, em formato Pro Tape e no Peru e México em formato CD Oficial, outros relançamentos estão a caminho em países como EUA, Argentina, Rússia e Alemanha e serão anunciados em breve pela banda.

•  2016 “True Horror Tales” – Split CD Oficial com a banda Into The Cave (Nightmare Prods – BRA)
•  2017 “Unidos Pela Bandeira Negra” 4Way LP 12” Gatefold contendo duas músicas inéditas do Imperador Belial ao Lado das bandas Heia, Guerreiros Headbangers e Arbach (Nightmare Prods – BRA). 

Atualmente a banda se prepara para a sua primeira turnê européia, a Blood On The Altar Tour, que terá 7 datas passando por Berlim (DE), Hamburgo (DE), Londres (UK), Parma (IT), The Hague (NL),  Helmond (NL) e Amriswil (SW) e segue gravando o seu segundo Full Lenght que será lançado em 2018.

Line up:
- Raphael Mangelli “Inkubus” (Hellkommander / Embalsamado / Into The Cave / Kvlto): Black Alcoholic Vomits
- Carlos Outor “Chaos” (Embalsamado / Arma / Silentio Mortis): 666 Infernal Strings 
-  Jonas “Bode de Sade” (Praga / Licorgasmalcoolatra): Nuclear Hell Bass
-  Guilherme “Wrath”: Satanic War Machine

Contatos:
www.facebook.com/imperadorbelial666 
imperadorbelial666@gmail.com       
www.imperadorbelial.bandcamp.com
www.youtube.com/user/imperadorbelial
www.twitter.com/imperadorbelial 

Banda IMPIEDOSO no quadro SANGUE NOISE (Assessoria Sangue Frio Produções) dia 11/02/2018 (Domingo) no Comando Noise.

 Em março de 1998, das cinzas do Imperium Tenebrae, surge a horda Impiedoso. Azoth se une à Agranamariu e Nahash para juntos enfrentarem a hipocrisia pregada pela igreja cristã através da fúria do Black Metal.

 Em 1999 é gravada a primeira demo intitulada “Master of Darkness”. A horda segue blasfemando até 2002, quando em 19/09 Agranamariu resolve tirar a própria vida.

 Impiedoso volta a se apresentar nos palcos em 2003, quando Jonathan (guitarra), Rafael (guitarra) e Dirceu (bateria) se juntam à Nahash e Azoth. É gravada a segunda demo (ao vivo) em 2004,
intitulada “Unholy Prophecy”. Esta formação permanece até 2005, quando Jonathan, Rafael e
Dirceu cedem lugar para Jagar (guitarra), Aldebaran(bateria) e Tenebroculto (guitarra) e o terceiro CD demo é gravado em 2009, nomeado “Abismo da Desgraça”. Em 2012 Tenebroculto deixa a
horda, e seu lugar é ocupado por Mortuum em 2013.

 Em 2017 é finalizada a gravação do full lenght nomeado “Reign in Darkness”. Prestes a completar 20 anos ininterruptos de atividade, a banda consolida-se como uma das mais reconhecidas do estado
dentro do estilo, tendo se apresentado em diversos shows e festivais em várias cidades do país.

A busca pela singularidade nas melodias – sem tentar se basear em padrões – é o diferencial que a banda sempre buscou instintivamente.

FORMAÇÃO ATUAL:
Azoth – Vocais
Nahash – Baixo
Mortuum – Guitarra
Jagar – Guitarra
Aldebaran – Bateria

LINKS:
Facebook: https://www.facebook.com/Impiedoso-1399801293604720/
YouTube:
https://www.youtube.com/channel/UCWNSPF2SR1GWRi8UOZIC1Kg
Metal Archives: http://www.metal-
archives.com/bands/Impiedoso/3540344457

Banda IN APOSTASIA no quadro LEGION NOISE (Assessoria Black Legion Productions) dia 11/02/2018 (Domingo) no Comando Noise.

In Apostasia é uma ideia que nasceu há muitos anos, ainda na década de 1990, mas só tomou a forma de banda em abril de 2010.

As músicas começaram a ser escritas e gravadas em fevereiro de 2010 por Britto, e em abril de 2010, Felipe Brian e Daniel foram convidados a integrar a primeira formação da In Apostasia.

Musicalmente, a ideia é fazer Black Metal como na velha escola do gênero.
As letras abordam um assunto antigo porem importante. A crença de que religiões e a ideia de um deus podem ter um efeito negativo em nós enquanto sociedade.

Em 2010, a banda lançou seu primeiro trabalho, o EP “Awake!”. Em 2013, o primeiro álbum “Symbol of Disgrace” foi lançado. De 2013 a 2017, a In Apostasia trabalhou lentamente no próximo lançamento e em outubro de 2017, “Hail the Kings” é lançado.

“Hail the Kings”, foi idealizado dentro do formato de um antigo LP, com dois lados, o “Hail Side”, traz 10 músicas autorais e o “Kings Side” traz 5 músicas que prestam homenagem a algumas das bandas que ajudaram a forjar o que o Black Metal é hoje.

No decorrer dos anos, a In Apostasia pode tocar em festivais pelo Brasil ao lado de grandes bandas do senário brasileiro e mundial.

A banda hoje se prepara para começar a trabalhar em novas musicas para um futuro álbum.


Membros da banda
Jeff Britto - Vocals/Bass
Lucas - Guitars
Daniel - Drums



Contatos:

Fone: (33) 9 8835-5585


Banda ISSOS no quadro BARULHO NOISE - o espaço das bandas underground dia 11/02/2018 (Domingo) no Comando Noise.

Issos: quinteto lança faixas do primeiro EP expondo a pobreza e decadência 
política do país. Issos é uma banda de metal de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, Região 
Metropolitana  do  Rio  de  Janeiro.  A  banda  foi  formada  em  2013,  porém  o  primeiro 
registro,  “Here  we  go”  foi  realizado  no  ano  seguinte.  

Após  diversas  mudanças  na formação  e  ajustes,  a  banda  gradualmente  está  disponibilizando  o  EP  homônimo.  A primeira faixa, lançada em julho de 2017, intitulada “The  Leader  of  Us”, demonstra  a essência agressiva e politizada do quinteto fluminense. Os riffs matadores dos guitarristas Kyo e Pato, a bateria furiosa do baterista Gafanhoto, o  groove do baixo de Solony  e o 
vocal gutural do vocalista Head que inicia a faixa questionando “Como posso ficar seguro 
neste mundo?”, são alguns dos elementos que recepcionam o ouvinte, levando-o para uma 
jornada que expõe a miséria e o lado mais sombrio do ser humano.   

O clipe de “The Leader of Us” reflete a realidade vivida pelos integrantes do Issos, 
evidenciando áreas pobres e esquecidas pelo poder público, onde saneamento público e 
coleta de lixo não fazem parte do cotidiano da população. “Nada melhor que começar 
expondo  e  não  se  opondo  à  verdade  de  nossas  raízes.  A  letra  dessa  música  traz  o 
sentimento de indignação em relação à realidade vivida, assim como propõem o protesto 
que faz parte da nossa expressão musical”. Diz Head o vocalista da banda.  

O caos dos grandes centros urbanos, a sujeira, a miséria e a violência são realidades 
expostas de forma crua durante os quase três minutos do clipe que explora personagens e 
territórios  marginalizados,  distantes  dos  cartões  postais  do  Rio,  enquanto  versos  de 
insatisfação são entoados: “Instinto humano matando e explorando/Você não pode ver? 
Todos  somos  manipulados...  vidas  são  roubadas  pela  ganância/O  nosso  líder  poderia 
tornar  este  um  mundo  melhor/  Liderando-nos para compartilhar nossa riqueza”. Tema 
mais que oportuno, levando em consideração que o Brasil passa por uma profunda crise 
social e política. O país passa por uma brutal escalada da violência, relacionada à crise 
financeira  potencializada  pela  péssima  gestão  pública  que,  no  caso  do  Estado  do  Rio, 
atingiu  patamares  imensuráveis.  

A  omissão  do  Estado,  os  armamentos  cada  vez  mais pesados e a corrupção na segurança são também elementos responsáveis pela produção cada vez maior  de  vítimas  no  cotidiano  do  Rio.  A 
sensação  de  euforia  causada  pela  Copa  do Mundo e Olimpíada acabou, não houve legado 
e  as  consequências  dos  arranjos  e  interesses privados vieram à tona, o Brasil está entregue e 
o  Congresso  aliado  ao  líder  máximo  do  país, Michel Temer, segue entregando as riquezas do 
país e os direitos dos cidadãos enquanto o desemprego aumenta.  

O EP foi lançado fracionadamente no youtube e site da banda www.issosband.tk  até o momento as outras faixas são: “Lies” e “Dungeon and Chains”, demonstrando que o ponto central do EP, a crítica em relação à forma como a sociedade está politicamente e socialmente organizada. Um bom exemplo é “Lies”, música que discute a forma como os poderosos manipulam a sociedade “Eles estão fingindo, tentando enganá-lo/ Fazendo você obedecer suas ordens/ Pense por si mesmo”.  

Seguindo esta lógica, “Dungeon and Chains” aborda os grilhões que prendem o homem 
à ignorância, distanciando-o das soluções para os problemas contemporâneos.   
Todas  as  faixas  foram  gravadas  e  produzidas  no  estúdio  O  Salto  Produções, 
liderado por Vinícius Fernandes com quem a banda vem realizando parceria há cerca de 
três anos. O EP da banda Issos é uma trilha sonora certeira para o atual contexto brasileiro, 
os versos fortes, somados a ótima execução e produção das músicas demonstram que o 
quinteto está apenas começando e tem uma longa jornada pela frente.   
  
Site: www.issosband.tk 
Facebook: http://www.facebook.com/issosband 
Twitter: www.twitter.com/issosband 
Canal no youtube: www.youtube.com/issosband 
Soundcloud: www.soundcloud.com/issosband 
Instagram: www.instagram.com/issosband 
Clipe “The Leader of Us”: https://www.youtube.com/watch?v=bni0DIxQxHE  

Banda ETHEL HUNTER no quadro BARULHO NOISE - o espaço das bandas underground dia 11/02/2018 (Domingo) no Comando Noise.

    Ethel Hunter, formada em agosto de 2012, nasceu com o intuito de levar a novos apreciadores de som extremo, além da musica extrema e consistente, velhos conceitos infelizmente esquecidos por novos apreciadores. A origem da palavra Ethel Hunter, busca um pouco do conhecimento de um inglês arcaico, anglo saxão, (Ethel :Anglo-Saxâo : Nobre, honrado, Bravo..),Hunter inglês atual, como todos já conhecem vem do sentido de caçador, em nosso contexto a expressão Hunter é utilizada no sentido de pesquisar, buscar, procurar, vasculhar. A Ethel Hunter busca, evidenciar através de suas musicas a a sonoridade da velha linha Death Metal, brilhantemente executada por mestres do estilo. 

Membros da banda
Hernan Rodrigo Borges: Bass & Vocals;
Gerson Watanabe: Guitar
Alexandre Walter Antunes: Guitar
Weliton Lisboa: Drums.

Discografia: No man is trully free (EP, 2014) Redes sociais: 

Banda MATAKABRA no quadro BARULHO NOISE - o espaço das bandas underground dia 11/02/2018 (Domingo) no Comando Noise.

A pernambucana Matakabra surgiu em 2015 com a intenção de deixar sua marca no metal nacional. A soma dos seus riffs elaborados a uma bateria com performances do metal extremo, criam o território perfeito para que a agressividade contida nas linhas de voz possa se manifestar. Em suas letras procura retratar com clareza a brutalidade e a violência do cotidiano da vida em sociedade. Com essa atmosfera criada qualquer um mesmo sem os ouvidos atentos pode entender a mensagem passada. 
Em agosto de 2016 no lançamento virtual do seu primeiro EP abriu para a banda paulista Project46. Na sequência, ao lança-lo oficialmente no mês de novembro iniciou a turnê Prole Maldita e nesse circuito de shows esteve na maioria dos estados do nordeste brasileiro. Por onde passa fica conhecida pela energia do seu público e qualidade de performance ao vivo.
Sua base sonora transita do Black ao Death Metal, além de agregar em sua identidade a sonoridade de bandas do metal moderno. É forte a influência dos nacionais Krisiun, Project46 e Max Cavalera.  Os músicos Rodrigo Costa (vocal), Fernando Marques (guitarra), Rafael Coutinho (baixo) e Theo Espíndola (bateria), que já fizeram parte da cena underground do metal recifense, são os responsáveis pelo Matakabra.
Os músicos adotaram a filosofia do “faça você mesmo” e são os responsáveis pela produção do EP de estreia. A sua gravação foi realizada parte no estúdio Casona e parte em um homestudio improvisado.
Com três faixas existentes no trabalho, a música “Prole” o intitula e o conceitualiza. O casamento realizado pelo poder econômico entre o Estado e a mídia gerou incontáveis frutos. Os excluídos do consumo, da educação e das leis, como em um show de horrores, todos os dias são exibidos como a causa dos “Pesadelos” e perigos da vida em sociedade. E são. São os “Executados” pela força repressora do estado e políticas negligentes. São a Prole Maldita que se reproduz a cada noticiário, capa de jornal e narrativa mórbida da rádio matinal.